Quanto tempo demora para ficar milionário?

Acumular 1 milhão em investimentos para alguns parece ser algo impossível ou um sonho bem remoto. Quem não quer ser milionário? Só quem já é multimilionário ou bilionário!

Alcançar o título de “Milionário” é uma questão de escolha. Escolher começar, escolher continuar, e escolher esperar; e nem precisa ser tanto assim. 

Existem inúmeros casos de pessoas com empregos comuns, com rendas normais que alcançaram esse feito. Você não precisa ter nenhuma habilidade especial, nem ser um guru financeiro.  

Basta um tanto de consistência e paciência. 

Alguns cenários 

Se você aplicar $500 por mês em um investimento seguro e conservador, em 30 ano você chega lá. 

    

Porém se a cada ano você reajustar o valor investido em 7%, que é mais ou menos o dissídio que a maioria das pessoas recebe, nos mesmos 30 anos você acumularia 2 Milhões.  

 

Isso levando em conta que você nunca comprometeria uma parte maior do seu orçamento do que aquele com que você começou, nem que você receberia um aumento além do dissídio. 

Já se você aumentasse o valor investido em 1% a cada mês, por exemplo, $500 no primeiro, $505 no segundo, $510,05 no terceiro e assim por diante, no final dos mesmos 30 anos você teria $4,5 Milhões. 

 

 

Como começar na jornada do seu primeiro milhão. 

Você não precisa e, eu diria, não deve esperar ganhar uma grande quantia para começar a investir.  Existem investimentos seguros e com rentabilidades interessantes a partir de R$1,00. Isso mesmo, um mísero real. 

Os dois investimentos mais recomendados para quem está começando são o Tesouro Direto e os CDBs. 

Tesouro Direto 

O Tesouro Direto é basicamente um empréstimo seu para o governo. E por isso o governo te paga um juros. 

Existem várias variações. Sejam de prazos, da rentabilidade, e dos riscos e benefícios associados a ele. 

Quanto ao prazo, cada título de investimento tem o seu prazo, a sua validade. Por exemplo, um título com prazo para 2035, 2020, etc… Isso quer dizer que nesta data você recebe o valor total aplicado mais os rendimentos. Isso não quer dizer que o seu dinheiro está preso lá. No Tesouro Direto você pode resgatar o investimento quando quiser. 

Existem 3 tipos de rentabilidade. A Pré-fixada, a Pós-fixada e a diária, que é a da SELIC. 

Pré-Fixada 

Nesta modalidade você sabe quanto o seu título vai render no final do seu prazo. Por exemplo o Tesouro Pré-Fixado 2023 hoje possuí uma rentabilidade de 9,98% ao ano. Investindo R$ 1.000,00 hoje, no vencimento você vai receber Bruto R$1.662,77 e Líquido R$ 1.545,13 aproximadamente. 

Mas esse valor só é garantido no vencimento. Caso títulos sejam lançados no mercado neste meio tempo oferecendo uma rentabilidade maior que esta, o seu título vai sofrer uma desvalorização. 

Se você quiser sacar antes do prazo você terá uma perda. Porém se você esperar até o vencimento você receberá os seus R$1.545,13 prometidos. 

Por outro lado, se títulos forem lançados no mercado neste meio tempo oferecendo uma rentabilidade menor que esta, o seu título vai sofrer uma valorização. 

E se você sacar antes do prazo você terá um ganho superior aos seus 9,98% anuais. 

 

Pós-Fixada 

Nesta modalidade parte da sua rentabilidade é fixa e parte é variável.  

 

Neste caso você corre menos riscos, pois se a inflação aumenta a sua rentabilidade também. Se ela cai, a sua rentabilidade cai junto com ela. Porém a sua rentabilidade real continua os mesmos 4,95%.  

Este título também se desvaloriza/valoriza quando outros títulos com uma rentabilidade maior/menor são oferecidos. 

 

CDBs 

Se no Tesouro Direto você empresta dinheiro para o governo, nos CDBs você empresta dinheiro para o banco vinculado ao título. 

Os bancos usam esse dinheiro que você emprestou para gerarem outros empréstimos a um juros superior e ganharem na diferença. 

Os grandes bancos por serem conhecidos não precisam oferecer taxas muito favoráveis, pois já estão consolidados. Já os bancos menores oferecem taxas mais atrativas para captarem mais clientes. 

 

Já bancos maiores oferecem taxas bem inferiores a essas, geralmente por volta dos 80-90% do CDI 

Mas o que é o CDI? O CDI, Certificados de Depósitos Interbancários, são os títulos de dívidas que os bancos negociam entre si. A rentabilidade do CDI fica sempre próxima a da SELIC.  

A SELIC é a média de juros que o governo brasileiro paga por empréstimos tomados dos bancos. 

No final das contas quanto maior a percentagem do CDI maior o retorno. Ainda existem CDBs que pagam mais do que 100% do CDI. 

 

Apesar de alguns CDBs terem um valor mínimo de investimento mínimo elevado, alguns CDBs, como o do banco Sofisa Direto, oferece um retorno de 100% do CDI com uma aplicação mínima de R$1,00. 

O melhor momento para ter começado a investir era no passado, o segundo melhor é hoje.

Conclusão:

Apesar da meta de 1 Milhão para alguns possa parecer distante e impossível com disciplina e um pouco de conhecimento é possível chegar lá.

A ideia é que você não toque nesse dinheiro, e deixe ele rendendo lá. A menos que você tenha alcançado o seu objetivo financeiro e vá usufruir dele. Afinal de contas o dinheiro foi feito para ser usado.

Por um lado a maioria dos CDBs possuí um valor mínimo elevado, pelo outro o Tesouro Direto Selic possuí um valor bem inferior e sem risco de perdas de valor.

Busque uma corretora que satisfaça as suas necessidades e comece ainda hoje a sua jornada rumo ao seu primeiro milhão.

Caso você esteja apertado financeiramente, e mal e mal conseguindo pagar as suas contas. Neste post eu mostro como você pode pagar suas contas o mais rápido possível. E aí sim começar a investir.

 Ficou alguma dúvida? Não encontrou o que você procurava? Deixe um comentário abaixo e eu ficarei feliz em respondê-lo.

Você tem um amigo que quer ser milionário? Compartilhe este post com ele.

Até a próxima,
Alexandre Tünnermann

Share on FacebookPin on PinterestShare on LinkedInTweet about this on Twitter